Palestra “Engenharia Química e Biotecnologia: o papel do Engenheiro Químico no desenvolvimento de vacinas” 

Palestra “Engenharia Química e Biotecnologia: o papel do Engenheiro Químico no desenvolvimento de vacinas” 

 

Publicado em 09 de outubro de 2020

Palestrante: ex-aluno e doutorando em Biomedicina e Ciências Biológicas,Universidade de Cornell (EUA), Tiago Zilch.

No dia 06 de outubro o curso de Engenharia Química promoveu a palestra “Engenharia Química e Biotecnologia: o papel do Engenheiro Químico no desenvolvimento de vacinas” que teve como palestrante o ex-aluno e doutorando na Universidade de Cornell (EUA), Tiago Zilch.

Inicialmente foi apresentado um panorama geral das várias áreas de atuação dos Engenheiros Químicos e as experiências que levaram o palestrante a escolher a área da Biotecnologia, especialmente, o desenvolvimento de vacinas, para atuar profissionalmente.

Durante a palestra, foram apresentadas as etapas de desenvolvimento de um projeto: a) Criação: desenvolvimento da ideia e do plano de ação; b) Pesquisa: início da busca pela resposta ao problema e quando o plano de ação começa a ser colocado em prática; c) Resultados: análise da eficácia, da viabilidade econômica e técnica, otimização e ampliação da escala de produção; d) Engenharia Química: conhecimento e aplicação de métodos que melhoram e viabilizam o processo e, finalmente, f) Objetivo final: atingir a população com uma vacina que tenha um custo acessível.

Sobre as experiências ainda durante a graduação, o ex-aluno desenvolveu um trabalho no Laboratório de Infectologia Molecular Animal na Universidade Federal de Viçosa (UFV), que culminou em uma patente de uma vacina para suínos.

Na Medicina Veterinária Preventiva da Universidade Federal de Viçosa (UFV), o palestrante trabalhou com a produção e otimização do meio de cultura para a bactéria expressar a proteína para o teste diagnóstico de cisticercose.

O mestrado do palestrante, Tiago Zilch, foi em Ciência Animal, com ênfase em Epidemiologia Humana e Animal. Também, em Doenças Infecciosas na Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, que teve como objetivo o desenvolvimento de um teste diagnóstico para Leptospirose e o estudo da patogenicidade de uma bactéria em cavalos.

O ex-aluno apresentou a importância dos conhecimentos das disciplinas do curso de Engenharia Química para a sua atuação e como a sua formação é importante para o desenvolvimento da sua pesquisa.

No final do evento, como uma bonificação, o Tiago compartilhou a sua experiência como estudante internacional e apresentou um passo a passo com os principais pontos para os brasileiros que almejam estudar fora do país: inglês, provas específicas, testes de proficiência em inglês, cartas de recomendação, entre outas.

A palestra foi extremamente enriquecedora, principalmente por ter apresentado áreas por vezes, desconhecidas pelos Engenheiros Químicos e que podem proporcionar aplicações práticas dos conhecimentos aprendidos durante o curso. Assim como, propiciar o desenvolvimento de produtos e projetos economicamente viáveis.

 

   


Fonte: https://www.univicosa.com.br/uninoticias/noticias/palestraengenharia-quimica-e-biotecnologiao-papel-do-engenheiro-quimico-no-desenvolvimento-de-vacinas